Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra Catarinense

Serra Catarinense – Será gratuita a entrada do público que deseja assistir às sessões de filmes e mostras do Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra Catarinense (Ficasc), a ser realizado entre os dias 10 e 14 de setembro, sediado nas cidades de Lages, Urubici e São Joaquim. Em Lages entre os dias 10 e 14, Urubici no dia 12, e São Joaquim no dia 13. Estima-se que em torno de três mil pessoas serão alcançadas.

A cultura destes municípios é constituída pelo acumulado cultural em cinema, referências indígenas, tradição, economia agropecuária, sustentabilidade, esportes e aventura, fatores que formam as temáticas propostas para esta primeira edição do evento. O Ficasc foi lançado à imprensa no dia 21 de agosto, na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

O Festival é apoiado pela prefeitura de Lages, através da Fundação Cultural de Lages (FCL) e das secretarias do Desenvolvimento Econômico e Turismo, da Educação e de Serviços Públicos e Meio Ambiente. Alunos dos cursos da Escola de Artes Elionir Camargo Martins e da rede pública municipal de ensino acompanharão as sessões. Cinco sessões serão realizadas na Praça do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), e inclui-se uma palestra do fotógrafo renomeado, do Rio de Janeiro, Flávio Veloso, um bate-papo no dia 13 de setembro, às 15h, com a abordagem “Fotografia de Paisagem: Abrindo a Caixa Preta”.

O Festival Internacional tem como principal objetivo dialogar com a sociedade sobre temas vitais e urgentes para o planeta, como esportes, soberania alimentar, permacultura (sistema de design para a criação de ambientes humanos sustentáveis e produtivos em equilíbrio e harmonia com a natureza), degradação ambiental, mudanças climáticas, cultura e território de povos originários. A produção é da Base Cultural, Secretaria Especial da Cultura e Ministério da Cidadania/Governo Federal, além haver patrocínios e parceiros ao Festival.

A primeira edição do Ficasc integra a Rede Latino Americana de Festivais de Cinema Ambiental, e contará com 36 títulos, de 13 países, entre curtas, médias e longas-metragens, organizados em seis programas: Mostra Contemporânea, Mostra Escola, Mostra Latina, Mostra Montanha, Mostra Noruega e Circuito Universitário. Além da exibição de filmes, debates, exposições, oficinas e atividades comunitárias compõem a programação. Informações adicionais podem ser acessadas em www.ficasc.com.br