Educação e cultura em foco

Publicado por Coluna Suzi Aguiar
PDF
Imprimir
Ter, 14 de Novembro de 2017 15:16
Estive por alguns dias em São Joaquim com a agenda lotada de eventos culturais. Bairrista que sou, fico cheia de orgulho ao ver a cidade cada vez mais bonita e com a educação em evidência.

Na sexta-feira, dia 27, assisti emocionada a mais uma ação do Rotaract premiando alunos que se destacaram neste ano, em diferentes atividades escolares da rede estadual, municipal ou particular de ensino. Além dos estudantes, anualmente o evento homenageia uma professora com a Comenda Mafalda Bleyer, o que muito me envaidece. Neste ano a professora Cleoni Mattos recebeu o título com grande merecimento.

Na terça-feira, dia 31, atendendo ao convite da professora Lidiane Proença Almeida, estive no Colégio São José passando um pouco da minha experiência como alfabetizadora e “criadora” de leitores, para alunos do Magistério. Ver novos professores com brilho no olhar renova a esperança no futuro e na educação.

O tempo em que estudei no Colégio está nas minhas melhores lembranças, pois foi nele que tive minha formação inicial como professora. Foi a escola mais rígida da cidade por décadas. Ver que, depois de alguns anos de decadência, a educação voltou a ser sólida é muito bom. Com uma gestão inovadora, tendo parcerias como carro-chefe e a educação humanizada, a diretora Síngra uniu professores, pais e alunos numa caminhada importante em busca do resgate à confiança da comunidade.

Conhecendo um pouco mais do trabalho desenvolvido, fiquei entusiasmada com o lema “Juntos somos mais fortes” e o objetivo “entregar a comunidade alunos alfabetizados para a vida, lendo o que não está escrito, somando virtudes e multiplicando esperança”. Esta reestruturação resultou ao Colégio o segundo lugar no premio Gestão Escolar 2017 do nosso estado, numa premiação nacional, motivo de orgulho para toda a cidade. Meus sinceros parabéns a todos os envolvidos.

Na quarta-feira, dia 1º, assisti entusiasmada ao Sarau Cultural da Escola Municipal Domingos Pereira Portela, realizado no Centro de Eventos. Tanto a decoração do local quanto as apresentações e figurinos merecem aplausos. O Sarau é resultado de um ano de trabalho desenvolvido, que promoveu muitas atividades culturais na escola e deixa visível outro exemplo de gestão inovadora e professoras apaixonados pelo fazer pedagógico. Ter sido convidada para conversar sobre literatura com alunos de todas as faixas etárias muito me lisonjeou, como também receber o convite para assistir ao Sarau.

Quem ganha com isso é São Joaquim que, apesar de ter em 2016 um dos mais baixos índices de aprendizagem do estado, conta com muitos profissionais dispostos a mudar esta triste estatística. E assim tenho a esperança ser renovada.
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

2011 Rodrigo Produções Internet Design - Tecnologia Progressiva para a Internet