A Grande Festa da Comunicação Barriga-Verde

Publicado por Anselmo Nascimento
PDF
Imprimir
Qua, 01 de Agosto de 2018 17:31
Santa Catarina - Pelo 11º ano consecutivo Chapecó será palco da maior festa da comunicação barriga-verde: O Encontro da Imprensa Catarinense. Neste sábado, 4 de agosto, cerca de 550
 profissionais de todo o Estado estarão reunidos às 11 horas da manhã na sede campestre da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Chapecó.
O evento marcará os 50 anos de surgimento da Casa do Jornalista e os 86 anos de fundação da Associação Catarinense de Imprensa (ACI). Essas entidades, ao lado da MB Comunicação Empresarial, são as promotoras do evento.

A fundação da ACI ocorreu em Florianópolis em 1932 através da liderança do jornalista e professor Altino Flores, profissional que marcou destacada presença na comunicação do Estado durante mais de cinco décadas. A Associação foi fundamental para a criação do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Santa Catarina.  Em 1968, o jornalista Alirio Bossle constatou, em Porto Alegre, que a Associação Riograndense de Imprensa era uma entidade agregadora e forte, que reunia jornalistas, radialistas e empresários de comunicação. Trouxe a ideia para Santa Catarina, criando a Casa do Jornalista.

Na gestão de Osmar Teixeira, a entidade passou a se denominar Associação Catarinense de Imprensa/Casa do Jornalista. A ACI tem hoje na presidência o jornalista Ademir Arnon.
Coordenado pelo diretor regional do oeste da Associação Catarinense de Imprensa Marcos Antônio Bedin, a programação consistirá de solenidade festiva, homenagem aos profissionais de comunicação com 50 anos de atividades (Luiz Carlos Prates e Alberto Gonçalves de Souza), homenagens institucionais (Faesc e Sicredi) e almoço festivo.

Participarão da festa jornalistas, radialistas, publicitários, relações públicas, mídias, docentes, empresários e proprietários de meios de comunicação, representando o caráter multiprofissional da ACI.

O Encontro envolve todo o trade comunicacional e tem o apoio institucional da Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão (ACAERT), Associação dos Jornais do Interior do Estado de SC (ADJORI), Associação dos Diários do Interior de SC (ADI), Sindicato das Empresas Proprietárias de Jornais e Revistas do Estado de Santa Catarina (SINDEJOR), Sindicato das Agências de Propaganda de SC (SINAPRO/SC), Sindicato dos Jornalistas Profissionais de SC e Associação dos Cronistas Esportivos de SC (ACESC).

HOMENAGENS 50 ANOS DE PROFISSÃO

PRATES: DÉCADAS DE COMUNICAÇÃO
O jornalista, radialista e psicólogo Luiz Carlos Prates – dono do comentário mais contundente da radiodifusão brasileira – será homenageado no Encontro da Imprensa Catarinense pelos seus quase 60 anos de atividade na comunicação social e no jornalismo. Ele comemora 58 anos de carreira – 37 deles na imprensa catarinense.

Luiz Carlos Prates é gaúcho, natural de Santiago.  Nasceu em 26 de janeiro de 1943. Formou-se em psicologia no ano de 1972 pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUC/RS. Prates, no entanto dedicou boa parte da vida à carreira de Jornalista.

Filho único, Prates morou até os sete anos em uma fazenda da cidade de Santiago. Mudou-se então para Santa Maria, onde viveu sua adolescência. Iniciou a carreira em Porto Alegre, em 1960, e trabalhou nas emissoras Rádio Porto Alegre, Rádio Difusora, Rádio Guaíba, emissora norte-americana Voz da América no Brasil, Rádio Gaúcha, TV Gaúcha, Rádio Farroupilha e TV Difusora de Porto Alegre. Em Santa Catarina, onde chegou em 1981, atuou na TV Eldorado de Criciúma, TV Record de Florianópolis, RBS TV de Florianópolis, rádio CBN Diário, TVCOM, foi blogueiro do ClicRBS e colunista dos jornais Diário Catarinense e Diário Gaúcho. Passou pelo SBT/SC e atualmente é comentarista da RIC TV Record.

GONÇALVES: 51 ANOS DE JORNALISMO

Com 51 anos de atuação na área da comunicação, o jornalista e radialista Alberto Gonçalves de Souza também será homenageado no Encontro da Imprensa Catarinense.

Alberto Gonçalves de Souza nasceu em 28 de outubro de 1952 em Laguna. Casado com Marli Amélia Gonçalves de Souza e pai de Michelle Gonçalves de Souza Tavares e Alberto Gonçalves de Souza Jr.
Sua vida profissional iniciou em 1967, aos 15 anos de idade, como locutor noticiarista na Rádio Tabajara de Tubarão/SC. Na sequência, passou a trabalhar e estudar em Florianópolis, onde reside até hoje. Em 1970 atuou na Rádio Anita Garibaldi, de Florianópolis, e em 1971 na Rádio Jornal a Verdade como locutor, apresentador e noticiarista.

Em 1972 foi noticiarista e apresentador da Rádio Diário da Manhã. Um ano depois, em 1973, paralelamente, ingressou na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e no fim de 1977 formou-se em Direito e atua como sócio-sênior da Gonçalves de Souza Advogados Associados.
No ano de 1982 assumiu como gerente comercial da TV Cultura e em 1983 trabalhou como noticiarista na TV Eldorado, de Criciúma. Em 1984, paralelamente, inaugurou e assumiu a gerência da Rádio Antena FM.

Em 1992 desligou-se da Diário da Manhã e passou a trabalhar na Rádio Guarujá AM como locutor, apresentador e noticiarista e assumiu a gerência comercial. No ano de 1993 passou a integrar a Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (ABRAJET/SC) onde, por quatro anos, presidiu a entidade (2010 a 2014). 

Em 2001 desligou-se da Rádio Guarujá e, atualmente, possui o Jornal Tribuna Josefense, em São José. O periódico foi fundado em 1996 e está prestes a completar 23 anos de existência. Circula quinzenalmente por toda a grande Florianópolis. Hoje, Gonçalves também integra a Diretoria da Associação Catarinense de Imprensa (ACI), como diretor de turismo.
        

HOMENAGEADOS 2017
 
ALCIR BAZANELLA – CAÇADOR
MÁRCIO MATTOS CARNEIRO – LAGUNA
MÁRIO PESSOA – BRUSQUE
FRANCISCO DE ASSIS NUNES – LAGES
ROBERTO ALVES  - FLORIANÓPOLIS
OSMAR SCHILINDWEIN – FLORIANÓPOLIS
 
 

HOMENAGEADOS 2018
 
LUIZ CARLOS PRATES - FLORIANÓPOLIS
ALBERTO GONÇALVES DE SOUZA – SÃO JOSÉ
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

2011 Rodrigo Produções Internet Design - Tecnologia Progressiva para a Internet