Apicultores de Santa Catarina recebem qualificação

Publicado por Anselmo Nascimento
PDF
Imprimir
Seg, 27 de Agosto de 2018 12:18
Santa Catarina - Mais de 1.200 apicultores e técnicos participaram da Jornada Técnica de Apicultura de Santa Catarina realizada entre os dias 6 e 20 de agosto. A primeira jornada do estado é uma realização da Epagri,
 Sebrae e Federação das Associações de Apicultores de Santa Catarina (FAASC). O objetivo foi capacitar e levar informações e tecnologias para continuar garantindo que tenhamos mel de qualidade - temos o melhor mel do mundo, eleito nos últimos congressos Apimondia, em 2014, na Ucrânia, em 2016, na Coréia do Sul e em 2018, em Istambul - e a maior produtividade no Brasil, em torno de 68 kg por km². Para o presidente da FAASC, Nésio Fernandes de Medeiros a jornada foi fundamental, “pois o apicultor que não se profissionalizar e não fizer o manejo correto, tende a desaparecer”.
 
Durante a jornada técnica foram realizados seis seminários regionais nos municípios de Xanxerê, Campos Novos, Tubarão, São Joaquim, Canelinha e Agronômica. Além disto aconteceram dois cursos de apicultura em Chapecó e São Joaquim para 65 técnicos, ligados a diversas instituições que atuam em apicultura no estado. Produtores do município de Orleans foram contemplados através de consultoria e dias de campo. Essas parcerias entre os orgãos para qualificação dos produtores é uma característica bastante especial de Santa Catarina e faz uma diferença muito grande, de acordo com Nésio. “Nosso estado tem se destacado em qualidade e produção porque as entidades se juntam em um objetivo comum e as parcerias tem sido cada vez mais fortes”.
 
Foram abordados assuntos como nutrição de abelhas, melhoramento genético nos apiários, manejos para alta produtividade, preparos das colmeias para melhor aproveitamento das floradas e orientação aos produtores sobre cuidados para a manutenção da saúde no seu trabalho diário. Nos encontros, além de discussão de assuntos do setor, foram encaminhadas ações de curto, médio e longo prazo.

Apicultura em Santa Catarina
 
A FAASC com o patrocínio da Fundação Banco do Brasil/BNDES e SEBRAE, e apoio da EPAGRI, SENAR e UFSC, realizou um levantamento da apicultura catarinense, resultando em um diagnóstico apícola do estado. São nove mil apicultores, com 323 mil colmeias, que produzem em anos de safras normais 6.500 toneladas de mel em uma área de 95.346 km², atingindo a produtividade de 68 kg por km², a maior do país, que produz em média 5 kg por km2. Atualmente a FAASC, Sebrae, Epagri, UFSC, a Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento estão trabalhando em conjunto para buscar a Identificação Geográfica do mel de Melato de Bracatinga. Produto único do planalto ele resulta do líquido açucarado que o inseto cochonilha solta ao se alimentar da seiva do tronco da bracatinga.

Fotos: Divulgação/Epagri
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

2011 Rodrigo Produções Internet Design - Tecnologia Progressiva para a Internet