PM forma jovens líderes na busca de uma sociedade mais justa e sadia

Publicado por Anselmo Nascimento
PDF
Imprimir
Sex, 28 de Setembro de 2018 12:19
Lages - Mais de 40 estudantes da rede pública de ensino de Lages participam de um curso de três dias no 6º Batalhão de Polícia Militar com o objetivo fortalecer vínculos, se tornarem jovens líderes e criar modos de vida
 saudável. As atividades do projeto Jovens de Atitude iniciaram nesta terça-feira (25) e seguem até quinta (27), quando ocorre a solenidade de formatura, às 17h30min, na Escola de Educação Básica de Lages, antigo Industrial.
 
Esse projeto é uma proposta da PM, por meio do programa Rede de Segurança Escolar, viabilizado pelo Núcleo de Serviço Social da PM e o Fundo da Infância e da Adolescência (FIA). Policiais e alguns convidados irão falar sobre drogas, sexualidade, tomada de decisão, ações e mobilizações, liderança e cidadania numa linguagem descontraída e durante dinâmicas em grupo. A ideia é tornar o momento agradável e divertido para que os temas sejam mais bem compreendidos por eles.
 
O comandante do 6º BPM, tenente-coronel Alfredo Nogueira dos Santos, acredita na criação desse vínculo com a educação para construir ambientes mais seguros. “Esses espaços serão criados com escolhas e atitudes positivas. Nosso papel é auxilia-los a trilhar esse caminho”.
 
Para o prefeito Antonio Ceron, o mundo precisa de lideranças que sirvam de espelho para outras pessoas. “Aqui, vocês irão aprender valores que farão a diferença na vida de vocês e toda a sociedade”, diz ele aos participantes.
 
Esses mesmos jovens serão mediadores de conflitos e irão desenvolver projetos dentro de suas escolas para formar novos membros do “JA”. Eles terão a companhia da Patrulha Escolar uma vez por semana. A PM pretende com o Jovens de Atitude dar direcionamento e condições para que se engajem na luta por uma sociedade mais justa e sadia.
 
Eles compreenderam a proposta e estão ansiosos com a experiência. Sem contato com o lado de fora do Batalhão, eles farão uma imersão para discutir esses temas ligados à liderança. A única forma de comunicação será por meio de cartas com os pais. Luana Brun, de 13 anos, estudante da Escola de Educação Básica Visconde de Cairu diz que a expectativa é grande. “Meu sonho é ser policial militar. Amei estar aqui nesse ambiente. Acho que vai ser muito legal”.

A primeira atividade do curso foi uma conversa com o comandante da 2ª Região de Polícia Militar, coronel Moacir Gomes. Ele falou sobre a atuação da PM.
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

2011 Rodrigo Produções Internet Design - Tecnologia Progressiva para a Internet