Serra da Rocinha segue sem previsão de conclusão das obras

Publicado por Anselmo Nascimento
PDF
Imprimir
Seg, 13 de Maio de 2019 21:24
Campos de Cima da Serra - Prevista inicialmente para ser inaugurada em setembro de 2018, a BR 285, conhecida pelo seu trecho na Serra da Rocinha, em Timbé do Sul, 
segue em obras. Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte – DNIT, a obra é em uma região complexa e alguns problemas só foram possíveis analisar após o início dos trabalhos. Confira a entrevista na integra:

A previsão de conclusão das obras era para setembro de 2018. Já estamos em maio de 2019 e os trabalhos ainda seguem no lote 2.
 
 
Há alguma previsão para a inauguração?

DNIT: Devido à necessidade de obras de contenção dos taludes de corte, não podemos afirmar uma data para conclusão total da obra neste momento. Estas obras de contenção estão em fase de projeto. Devido a questões geológicas e geotécnicas, aliadas ao relevo do local, não se tinha como prever com precisão estas obras.

Por quais motivos a obra ainda não ficou pronta?

DNIT: Atrasos nos processos de desapropriação e o surgimento de casos não previstos de contenção dos taludes, além do momento político-econômico que o país atravessou nos últimos dois anos, são as principais causas de atrasos mais significativos no cronograma.

Porque as obras de contenção dos taludes de corte não estavam previstas nos trabalhos iniciais?

DNIT: A obra em execução é uma obra diferenciada, devido à região em que está sendo executada. Numa situação destas, como ocorreu com as contenções dos taludes, somente quando se fez o desmatamento e o início das escavações, se tem uma noção exata da dimensão do problema. Não existe nada que seja de impossível solução, mas somente demandará um maior tempo para execução.

No momento como está o andamento das obras?

DNIT: Estamos com aproximadamente 49% dos serviços executados. O segmento do km 33 ao km 42, onde o projeto prevê a execução de concreto asfáltico, deverá estar concluído até o mês de agosto de 2019. É um segmento significativo, pois contempla o contorno de Timbé do Sul até o pé da serra.

O trânsito em parte do lote 2 está bloqueado para facilitar o andamento das obras. Já tem alguma data para a liberação de circulação de veículos?

DNIT: No primeiro momento será no mês de outubro de 2019. Mas será necessário um novo fechamento para execução das contenções e conclusão do pavimento rígido, em data ainda não prevista.