Urupema sedia o II Encontro Nacional de Tropeirismo

Urupema – A cultura tropeira tem um encontro marcado de 27 a 30 de novembro em Urupema. Será realizado o II ENAT – Encontro Nacional de Tropeirismo de Urupema e I Chasque Patrimonial de Urupema e Serra Catarinense.
O evento é uma realização Núcleo de Amigos da Terra e Água – NATA, com apoio da Prefeitura de Urupema; Instituto Federal de Santa Catarina – Câmpus Urupema e Sicoob.

O evento será gratuito e aberto ao público em geral, se estendendo especialmente à universidades, agentes e instituições culturais, técnicos, historiadores, pesquisadores e adeptos dos estudos do Tropeirismo de todo o Brasil e Cone Sul, tradicionalistas, mídias, e outros.

Segundo informações de Carlos Solera, um dos organizadores, a comunidade está envolvida com o Seminário. As merendas escolares deste mês do evento estão modificadas para alimentação típica e oriunda dos tempos tropeiros, como café tropeiro, feijão tropeiro, arroz de carreteiro, uso do charque botânicas e rosca de coalhada.

 

2º Enat – Encontro Nacional de Tropeirismo de Urupema

1º ChasqueSC Chasque Patrimonial de Urupema e Serra Catarinense

Saberes e Fazeres da Comunidade Educação, Cultura e Turismo

27 a 30 de novembro de 2019 – Urupema – SC.

PROGRAMAÇÃO

27 DE NOVEMBRO – 4ª feira
Local – EEB Manoel Pereira de Medeiros (Colégio Estadual)

08h30 – 13h30 – 19h00 – sala 1

Palestra: “Passado, Presente, o que observamos?”
Um olhar sobre a Arqueologia Brasileira

>Ângela Aparecida de Oliveira Gomes (PR): Mestra em Antropologia Social e Arqueologia Aplicada pela UFPR, Bacharelado em Musicoterapia – FAP (Faculdade de Artes do Paraná), Especialização em Fundamentos do Ensino da Arte – FAP (Faculdade de Artes do Paraná), pesquisadora colaboradora do CEPA (Centro de Estudos e Pesquisas Arqueológicas) e do MP (Museu Paranaense). Atua como pesquisadora de campo e educadora patrimonial em projetos de licenciamento ambiental com ênfase no estudo da Arqueologia.

13h30 – sala 2

Palestra: Projetos Pedagógicos e Aspectos Metodológicos

Valter Fraga Nunes (RS): Biólogo, Mestre em Botânica, tradicionalista, idealizador do projeto “Tropeirismo nas Escolas” e “Tropeada Cristóvão Pereira de Abreu nos Campos de Cima da Serra”, pesquisador e integrante do Núcleo de Conhecimento do Projeto Tropeiro Brasil. Viamão/RS

Mediação: Professores da Rede de Educação

28 DE NOVEMBRO – 5ª feira
Local – Instituto Federal de Santa Catarina – IFSC Campus Urupema

08h00 – Recepção e Inscrições de Participantes

09h00 ás 12h00 – 1º Painel: URUPEMA E SEUS VALORES LOCAIS
Eleni Cássia Vieira/Urupema/SC – (mediadora)

09h00 – Apresentação cultural de trabalhos da Rede de Educação de Urupema (SMEC e EEB-MPM),
APAE e Grupo da Melhor Idade do CRAS Urupema – Presença de antigos moradores e
ex-tropeiros de Urupema
10h45 – Intervalo/Convivio
11h00 – Palestra: Traços culturais da gastronomia serrana e novas perspectivas.
Evelise Zerger, Me. – Docente de Gastronomia – Graduada em Tecnologia em Gastronomia pelo
Centro Universitário de Maringá (2010) e Mestrado em Turismo pela Universidade de Caxias do
Sul (2016). Ingressou no IFSC em 2011, onde atua como docente da área de produção em gastronomia. IFSC Campus Urupema.
11h45 – I ChasqueSC
Comunicados sobre projetos culturais e turísticos de estados do Brasil (15 minutos).

12h00 – Intervalo

13h00 – 2º Painel – PELOS CAMINHOS HISTÓRICOS DO TROPEIRISMO
Sergio Lamartine/Lages/SC – (pesquisador e genealogista: mediador)

13h00 – UrupemArte: momento cultural com talentos locais.

13h15 – Tropas, Tropeiros e Tropeirismo – Valter Fraga Nunes: Biólogo, Mestre em Botânica, pesquisador e idealizador do projeto “Tropeirismo nas Escolas”. Viamão/RS; Marco Aurélio Angeli (Zoreia): Produtor rural, criador de mulas, idealizador dos projetos: “Tropeada Cristóvão Pereira de Abreu nos Campos de Cima da Serra” e “Tropeirismo nas Escolas”. Taquara/RS.

15h15 – Intervalo/Convívio

15h30 – Coxilha Rica, território importante no Caminho de Tropas do Viamão a Sorocaba – Aspectos geográficos, históricos e remanescentes físicos atuais do Tropeirismo –
Nazareno J. Wolff: Bacharel em Direito pela UFPR, Mestre em Direito do Estado pela UFPR, Ministério Público Federal – Procurador da República em Lages/SC desde 2003.

16h15 – Religiosidade tropeira: a devoção ao Divino Espírito Santo nos Campos de Lages e Cima da Serra – Fabiano Teixeira dos Santos: Arquiteto e Urbanista, Mestre em História, Pesquisador e doutorando no PósArq/UFSC, autor do livro “A Casa do Planalto Catarinense: Arquitetura rural e urbana nos Campos de Lages, séculos XVIII e XIX”. Florianópolis/SC

17h00 – Cultura Tropeira na Serra Catarinense – Laélio Ávila Bianchini: Produtor rural, pesquisador da Cultura Tropeira, pioneiro em Turismo Rural no Brasil com a Fazenda do Barreiro e ex-presidente da ABRATURR. Urupema e Painel/SC.

17h45 ás 18h00 – I ChasqueSC
Comunicados sobre projetos culturais e turísticos de estados do Brasil (15 minutos).

19h30 – Abertura Oficial do II ENAT
>Cerimonial – composição de mesa com autoridades;
>Hinos: Nacional e de Urupema;
>Pronunciamentos de autoridades;

Apresentação e premiação da Bandeira sobre Tropeirismo de Urupema;
>Coral de Urupema e outras apresentações artísticas;
>Lançamento de livros, exposição de quadros, mostra de artesanatos e outros;
>Café Serrano e tertúlia de boas vindas.

29 DE NOVEMBRO– 6ª feira
Local – Instituto Federal de Santa Catarina – IFSC Campus Urupema

09h00 – 3º Painel – Turismo, Tropeirismo e Atividades Afins
Lucila Maria Sgarbi Santos/Bom Jesus/RS – (mediadora)

09h00 – UrupemArte: momento cultural com talentos locais.

9h15 – Procedência dos Primeiros Eqüídeos no Brasil – Preparos e Cuidados para longos Percursos Montados e sua relação com o Tropeirismo e Turismo – Sergio Lima Beck – Licenciado em Educação Física e em Biologia, com especialização em Zootécnica de Eqüinos, pela UFRGS; um dos pioneiros na divulgação e ensino de Doma Racional de Eqüinos, no Brasil. Florianópolis/SC

10h00 – Intervalo/Convivio

10h15 – A História Local Como Atrativo Cultural e Turístico – Silvana Nascimento (MTur/DF) e Carlos Solera (NATA/Urupema)

11h30 ás 12h00 – I ChasqueSC
Comunicados sobre projetos culturais e turísticos de estados do Brasil (15 minutos cada).

12h00 – Intervalo

13h00 – 4º Painel – Legados do Tropeirismo Tropeiro Brasil
Vera Lucia Maciel Barroso/Porto Alegre/RS (mediadora)

13h00 – UrupemArte: momento cultural com talentos locais.
13h15 – I ChasqueSC
Comunicados sobre projetos culturais e turísticos de estados do Brasil (15 minutos cada).
14h00 as 18h00 – Painel: Apresentação e Debates sobre Atividades e Legados do Ciclo
do Tropeirismo / Projeto Tropeiro Brasil
Painelistas: Integrantes do Núcleo de Conhecimento do Projeto Tropeiro Brasil:

>Vera Lucia Maciel Barroso: Historiadora, Membro do IHGRS, pesquisadora,
escritora e criadora do projeto cultural Raízes. Porto Alegre/RS;

>Lucila Maria Sgarbi Santos: Professora de História, pesquisadora de Memória Oral, idealizadora do Seminário Nacional de Tropeirismo e Cone Sul – SENATRO, em Bom Jesus/RS, iniciado em abril de 1992 e com sua 15º edição prevista para abril de 2020 – escritora sobre a temática do Tropeirismo com artigos e trabalhos na organização de livros. Bom Jesus/RS;

>Valter Fraga Nunes: Biólogo, Mestre em Botânica, pesquisador, idealizador do
projeto “Tropeirismo nas Escolas”, um dos coordenadores da “Tropeada Cristóvão
Pereira de Abreu nos Campos de Cima da Serra”. Viamão/RS;

>Marco Aurélio Angeli (Zoreia): Produtor rural, criador de mulas, idealizador dos
projetos: “Tropeada Cristóvão Pereira de Abreu nos Campos de Cima da Serra”
e “Tropeirismo nas Escolas”. Taquara/RS;

>Sergio Aluisio Soares Barbosa (Sergio Gaudério): Produtor rural, formado em
Ciências Contábeis pela PUC/Porto Alegre, um dos coordenadores da “Tropeada
Cristóvão Pereira de Abreu nos Campos de Cima da Serra, pesquisador na História
do Rio Grande do Sul e do Tropeirismo. São Francisco de Paulo/RS;

>Sandra Alves: Escritora, pesquisadora de Memória Oral. Caxias do Sul/RS;

>Luiz Antônio Alves: Economista, historiador, jornalista e escritor; Membro do
Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul, do Instituto Histórico e
Geográfico de Santo Antônio da Patrulha, da Casa dos Açores do Rio Grande do
Sul, União Brasileira de Escritores, Escritores, Colégio Brasileiro de Genealogia e
Instituto Cultural Português, estudioso da arte musical e sobre danças gaúchas.
Caxias do Sul/RS;

>Sergio Lima Beck – Licenciado em Educação Física e em Biologia, com especialização
em Zootécnica de Eqüinos pela UFRGS, de 2002 a 2008 lecionou várias disciplinas no
curso superior de “Ciências Eqüinas”, na PUC-PR e na UNIPLAC-SC; pesquisador e
escritor com vários livros publicados e consultor técnico com assistência hipotécnica
em diversos haras do Brasil. Florianópolis/SC;

>Fabiano Teixeira dos Santos: Arquiteto e Urbanista, Mestre em História, Pesquisador
e doutorando no PósArq/UFSC, autor do livro “A Casa do Planalto Catarinense:
Arquitetura rural e urbana no Campos de Lages, século XVIII e XIX”. Florianópolis/SC;

>Silvestre Alves Gomes: Graduado em Letras pela UEPG, Professor de
Língua Portuguesa na Rede Estadual de Educação do PR, Pesquisador, Escritor,
Palestrante e Ministrador de Oficinas, palestras e workshops sobre Tropeirismo
e Música Regional, violonista, compositor e cantor. Ponta Grossa/PR;

>Léa Cardoso Vilela: Bacharel em Direito pela UEPG/PR, ex-Secretaria Municipal
de Educação da Prefeitura de Castro/PR, setor que envolve o Museu do
Tropeiro, Casa de Sinhara e Casa de Cultura, especialista em Leitura de
Manuscritos Antigos, pesquisadora e escritora. Castro/PR;

>Geraldo Bonadio: Jornalista, escritor, professor e advogado. Pós-Graduado em Ciências
da Comunicação na Escola de Comunicações e Artes da USP; Mestre em Teoria
da Comunicação pela Faculdade Cásper Líbero, de São Paulo e Especialista
em Planejamento e Desenvolvimento Regional pela Universidade de Guarulhos/SP. Sorocaba/SP;

>Sergio Coelho de Oliveira: Jornalista com trabalho no jornal O Estado de São Paulo abordando temas históricos, e por muitos anos, em vários jornais de Sorocaba; formado
em Geografia e História, dedica-se à pesquisa histórica e folclore rural, além do Tropeirismo, uma das páginas mais brilhantes da história de Sorocaba. Sorocaba/SP;

>Eleni Cássia Vieira: Especialista em Patrimônio Cultural e Turismo Regional, pesquisadora, responsável pela implantação do Museu do Tropeiro e projeto Roda de Viola Sob as Bênçãos da Lua Cheia, em Ipoema/Itabira/Estrada Real de MG; atualmente trabalha com o projeto e implantação da Casa da Cultura e Memória de Urupema. Urupema/SC;

>Carlos Roberto Solera: odontólogo, consultor em Turismo Rural e Cultural, pesquisador, escritor, ex-presidente da ABRATURR, ex-membro do Conselho Nacional de Turismo do Ministério do Turismo, presidente do Núcleo de Amigos da Terra e Água/NATA, idealizador do Projeto Tropeiro Brasil. Urupema/SC.

18h00 – Intervalo

19h30 – 5º Painel – ENCANTA URUPEMA – “prosa com artistas convidados”
Silvestre Alves Gomes/PR (mediador)

“Construção da Identidade da Cultura Tropeira pela Música, Dança, Canto e Poesia”

30 DE NOVEMBRO – sábado
Local – EEB Manoel Pereira de Medeiros (Colégio Estadual)

09h00 as 12h00

>Debates e encerramento do Projeto Tropeiro Brasil, cujo arquivo final será enviado ao Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, para busca de reconhecimento e titulação do TROPEIRISMO ou LEGADOS DO TROPEIRISMO como PATRIMÔNIO IMATERIAL brasileiro;

Elaboração da CARTA TROPEIRO BRASIL DE URUPEMA que será anexada ao Projeto Tropeiro Brasil para encaminhamento ao IPHAN.

30 de novembro – sábado – ATIVIDADES COMPLEMENTARES

>Cavalgada e Caminhada
>Brincando na Praça com Jogos Pedagógicos do Tropeirismo (com Silvestre Alves)
>Missa Crioula na Praça ás 18:00 horas

Encerramento do II ENAT Urupema e I ChasqueSC

Realização:
Núcleo de Amigos da Terra e Água – NATA

Apoios: Prefeitura de Urupema; Instituto Federal de Santa Catarina – Câmpus Urupema e Sicoob

Parceiros e Apoiadores: PMU/Câmara de Vereadores/EEB Manoel Pereira de Medeiros, IFSC Campus Urupema/ Sicoob / Empresários de Turismo, Agentes Culturais, Sindicatos Rurais e Comércio em Geral de Urupema.