Acisjo Debate com candidatos a prefeitura de SJ

São Joaquim – A Associação Comercial e Industrial de São Joaquim – ACISJO e CDL – Câmara de Dirigentes Logista – São Joaquim, realizam dia 27 de outubro, a partir das 19h, direto da Câmara de Vereadores de São Joaquim o debate entre os candidatos a prefeitos que vão governar a cidade no período 2021-2024. O evento faz parte do projeto Voz Única, promovido pela Facisc – Federação das Associações Empresarias de Santa Catarina e apoio das Rádios Difusora e Nevasca; os Portais SerraSC; São Joaquim Online e Notiserrasc e São Joaquim Park Hotel.

O debate será mediado pelo superintendente da Facisc, Gilson Zimermann, transmitido ao vivo por várias mídias eletrônicas e digitais, com previsão de duas horas de transmissão. Na sequência veja as principais metas dos candidatos Giovani Nunes, Joaquim Jr Guga e Vanor de Bettio, a prefeito de São Joaquim. As informações dos candidatos foram publicada no Jornal Notiserrasc com data de setembro de 2020.

Giovani Nunes e a vice Ana Melo

São Joaquim não Pode Parar. PSL, PP e PSDB

Quais suas metas para a saúde de São Joaquim?

Bom, já viemos fazendo um ótimo trabalho na saúde, sabendo das dificuldades e encarando os desafios. Criamos o plantão obstétrico, que muito era esperado, essa foi uma grande vitória, além de ativar vários postinhos de saúde no interior e na cidade.

Queremos continuar inovando com avaliação das estruturas físicas  e suas condições adequadas. Também gestão eficiente e agilidade nas respostas às necessidades  básicas, como consultas, exames e procedimentos, buscando a terceirização para suprimento dos mesmos. Vamos implantar o saúde móvel aonde já temos um veículo e um trailer e sobre aviso em cardiologia.

Na educação quais projetos pretende fazer?

Nós queremos a valorização do profissional com ações motivacionais e aperfeiçoamento. Vamos e queremos implantar e melhorar o Plano de Carreira. Cursosn técnicos e incentivo ao ensino universitário. Ações voltadas a manutenção das unidades escolares e ampliação, trabalho que já fizemos durante nossa gestão, onde investimos fortemente em reforma e ampliação de escolas e creches.

Abrimos vagas na educação infantil, como a construção de uma nova creche no bairro São José, essa que foi uma grande luta e muito esperado por toda a comunidade. Vamos implantar centro de cultura, música e arte com aulas 40 horas a toda rede educacional do município.

Entrega de uniformes a todos os alunos da educação infantil e material pedagógico de qualidade a professores e alunos.

E nos aspectos econômicos, quais as ideias para o setor?

Já viemos trabalhando incansavelmente, hoje nossa gestão está em dia, estamos em dia com nossas obrigações, pretendemos avaliar criteriosamente os gastos públicos e seus resultados. Determinar planos de execução orçamentário que possibilita alcançar grau de capacidade de investimentos, eliminando necessidade do município de buscar empréstimos para obras essenciais de infraestrutura. Iremos implantar o condomínio industrial para fomento de empresas.

Quais as ideias na parte de infraestrutura?

Conseguimos realizar muito trabalho na cidade, construímos novas ruas, fizemos a máximo de manutenção no interior, sabemos que é difícil, mas conseguimos muitas conquistas. Investimos muito. Nossa meta vai ser a manutenção de vias urbanas e rurais. Vamos dar continuidade dos trabalhos de alargamento de estradas devido ao grande fluxo de caminhões durante a safra. Com certeza teremos implantação do plano de pavimentação de vias públicas através de busca de recursos federais e estaduais e ou financiamentos, fato que já está acontecendo em várias ruas da cidade. Além disso vamos implantar o programa pavimenta São Joaquim onde iremos fazer ruas em parceria com associação de moradores e buscar o maior  projeto estrutural de infraestrutura com busca de financiamento de 20 milhões através do Finisa/BNDS/Prodetur.

E na segurança, o que pretende fazer?

Temos os bombeiros e PM como parceiros, já solicitamos ao comando geral mais policiamento, interação permanente com órgãos de segurança do Estado, vamos voltar uma atenção especial às mulheres e às crianças. Valorizar e incentivar o programa como Rede de Vizinhos, o qual é muito importante para ajudar na segurança diária na cidade. Teremos o projeto Bem-te-vi.

Observação final do candidato?

Agradeço a todos os apoiadores, funcionários públicos pela parceria e a confiança da população. Vamos continuar nosso trabalho, temos muita coisa boa sendo feita e muitos projetos a caminho, sei que não é fácil, mas estamos buscando todo dia mais recursos e trabalhando com força para ver nossa São Joaquim bem. Como diz nosso lema, São Joaquim não pode parar!

 

Joaquim Costa Borges, Guga e vice Eduardo Tarzan Tasca Campos

Coligação Joaquim Pode Mais. PDT, PL, Podemos e PSD

Quais suas metas pela saúde de São Joaquim?

Primeiramente é importante informar que a saúde é um tema bastante amplo. Aquilo que está dando certo manteremos e aprimoraremos. E o que não está, certamente, precisamos resolver. Entre elas, destaco a eliminação de filas, disponibilizando a utilização de plataformas digitais para marcar e cancelar consultas, com critérios diferenciados para os maradores do interior.

Realizar e idealizar campanhas efetivas de vacinas e combate a problemas/preconceitos (depressão, autismo, entre outros); Implantação do programa de saúde do trabalhador, com a visita das equipes de profissionais da saúde nas grandes empresas do município, durante o horário de trabalho, diminuindo filas nos atendimentos dos Postos de Saúde e prevenindo todo tipo de doenças.

Criar o Programa Sábado Tem Saúde levando serviços especializados com mutirão para redução de tempo de espera para acesso aos serviços. Mutirão para acabar com os exames de baixa e média complexidade; Implantar o PAI – Programa de Entrega de Medicamentos para idoso em casa. A iniciativa é parte do programa de atenção ao idoso, que vai prever atendimentos diferenciados e políticas públicas de prevenção e atendimento especial para pessoas com 60 anos ou mais;

Flexibilização do horário de atendimento dos médicos, de modo que seja permitido o médico atender também no seu escritório; Além da criação de prontuário eletrônico municipal interligado.

E na educação, quais projetos pretende fazer?

A educação é outra área que nos preocupa bastante. O índice de desenvolvimento da educação básica (Ideb) do município é preocupante. E existem muitos fatores envolvidos para que possamos melhorar esse índice. Um deles é a valorização dos profissionais da educação. Na nossa gestão, vamos rever e discutir o plano de cargos e salários e encontrar uma maneira de melhor valorizar os professores. Além disso, nossos professores e demais profissionais que compõem a equipe da educação devem receber a oportunidade de capacitações constantes, assim como os alunos. Precisamos ter políticas públicas de incentivo ao empreendedorismo e história do município nas escolas.

Aulas de reforço no contraturno; Eficiência no transporte para os estudantes; Recurso fixo para ser aplicado nas estruturas das escolas; Melhorar a estrutura de aquecimento nas salas de aulas; Licitação do transporte escolar para todo mandato; Desenvolver em parceria com as instituições de ensino o projeto Jovem Nota 10, premiando jovens que tiverem desempenho de qualidade na escola; Escolha dos gestores com aprovação do plano de gestão escolar, mediante eleição direta dos diretores, com critérios a evitar interferência políticas.

Criação de uma política pública de educação especial municipal; Informatização/Digitalização da Rede Municipal de Ensino; Sistema de registro de notas e frequência dos alunos; Em parceria com a secretária da saúde, desenvolver um programa de identificação dos alunos com baixa visão.

E nos aspectos econômicos, quais as ideias no setor?

Economia de certa forma abrange todas as áreas. Ao pensarmos em uma reforma administrativa de forma geral ela reflete, inevitavelmente, de forma positiva na parte econômica para o município. Nossa gestão quer adotar medidas nos processos administrativos do dia a dia, como por exemplo a redução no uso de papeis e impressões, que em recursos financeiros, mensalmente teremos um valor significativo em economia. Mas, temos um plano de medidas atrativas para empresas e indústrios, assim como vamos dar suporte às empresas que estão sendo instaladas, pois estão investindo para gerar emprego e renda ao município. Regulamentação e aplicação da lei liberdade econômica; Estimular o desenvolvimento de parques (polos) tecnológicos; Plano de desenvolvimento econômico; Reforma do código tributário; Implementar a lei geral; Baseado no novo marco legal do saneamento básico, rever o convênio com a Casan, sem cancelar, mas com critérios mais benéficos ao município; Melhoria na sala do empreendedor.

Contratação com dispensa de licitações, sejam prioritariamente feitas de MEs e EPPs; Estimular a participação de micro e pequenas empresas, bem como produtores rurais, nas compras governamentais.

Quais as ideias na parte da infraestrutura?

Essa área envove problemas que estão se arrastando por várias gestões. Temos um problema grave de mobilidade urbana que requer resolução. Para isso, uma delas é a implementação de semáforos (sinaleiras) e reordenando o trânsito, inclusive com modificações que venham contribuir com o comércio e, consequentemente, com a comunidade joaquinense. Priorização do uso do asfalto ecológico; Realizar a reforma do Plano Diretor; Iniciar a tratativa e viabilização de recursos para o contorno viário; Outro problema que precisamos dar atenção e continuar a parceria é com a Associação Catarinense de Proteção aos Animais, manter o convêncio de repasse para esterilização cirúrgica (castração), mas também desenvolver politicas públicas de combate a maus-tratos dos animais, controle populacional dos mesmos e posse responsável. Outro projeto ainda neste sentido é a realocação do canil fora de qualquer área residencial. 

E na segurança, o que pretende fazer?

Embora seja uma área de menor atuação no município, vamos buscar a parceria das policias civil e militar, tentando o maior efetivo das corporações e, principalmente, intensificar o controle do pessoal que vem trabalhar na safra de maçã e épocas que requerem maior mão-de-obra neste setor. E, dentro de uma programação orçamentária evoluir para a guarda municipal urbana que contribui para a desoneração do efetivo da policia militar.

Também vamos intensificar melhorias na iluminação pública que o nosso entendimento, contribui para a segurança.

Considerações finais

Nossas ações não se limitam apenas ás áreas acima citadas. Reduziremos o número de cargos comissionados. Isso não é promessa de campanha. Será fato. No turismo pretendemos criar um Branding Territorial (Identidade). Vamos ter um calendário anual de eventos e apoiar através de parceria público-privadas a Vindima, Festa da Maçã, o Festival de Inverno, entre outros eventos. Na cultura e esportes também desenvolveremos as parcerias público-privadas para concretizar nossos projetos.

A Fundação Municipal de Esportes já existe e foi criada através de um projeto que fiz em 2011. Falta viabilizar recursos para de fato ela passar a valer e fomentar o esporte um todo no município, realizando eventos esportivos durante todo ano. Ainda na cultura precisamos dar suporte ao segmento que está esquecido. Para isso é necessário ter um plano que efetivamente, valorize os artistas locais, viabilize as aulas de danças e música.

Na agricultura vamos incentivar o cooperativismo e associativismo. Desenvolver através de políticas públicas, o aumento da renda das pessoas que residem no interior através do incremento turítico, por exemplo; Em parceria com os órgãos competentes, desenvolver melhoramento genético do rebanho bovino e ovino do município, de preferência com a contratação de um zootecnista, entre outras ações que estão sendo propostas. Não mencionei a manutenção e encascalhamento de estradas e ruas, por que essa não deve ser uma proposta, pois meu entender trata-se de uma obrigação do executivo dar condições de trafegabilidade aos produtores e cidadões da cidade e interior.

 

Vanor de Bettio e Dalva Hiura

Coligação Avante São Joaquim. MDB

Quais suas metas pela saúde de São Joaquim?

1- Ampliar o apoio ao plantão hospitalar

2- Buscar convênios com clínicas especializadas que estejam mais próximas da população

3- Procurar diminuir tempo de espera por consultas e exames no consórcio

4- Elaborar um bom planejamento para que não falte medicamentos de assistência básica e sua farmácia

5- Reativar o laboratório da unidade básica central ou convenia-lo com o hospital de nossa cidade.

6- Combate as drogas.

 

E na educação, quais projetos pretende fazer?

1- Implantar novo modelo de escola Municipal no CAIC

2- Ampliar e melhorar projetos já existentes

3- Resgatar a cultura de nossa região.

4- Reavaliação do plano de cargos e salários dos professores, respeitando determinações

Do governo federal (pandemia), incentivando a melhoria de salários e de estrutura física das escolas, pois é através do trabalho dos professores que chegamos ao objetivo desejado.

5- Reativar a biblioteca Municipal, implantando laboratório de informática para pesquisas.

6- Implantar a fundação Municipal de esportes, com o objetivo de ampliar espaços esportivos, como campo de futebol nos bairros, melhorias no estádio Municipal. Através da fundação proporcionaremos inúmeras atividades.

 

E nos aspectos econômicos, tem ideais no setor?

O setor econômico passa diretamente pela infraestrutura.

1- Discutiremos com toda cadeia produtiva desse setor tão importante, fruticultura, viticultura, pecuária, comércio e turismo, o melhor caminho a ser tomado.

2- Buscar junto ao Sebrae um projeto para instalação de uma fábrica de embalagem para nossos produtos agro, otimizando os custos ao nosso produtor.

3- Criar espaço para implantação de feiras livres destinadas ao pequeno agricultor.

4- Proporcionar palestras no sentido de incentivar que as pessoas saiam da informalidade, mostrando seus benefícios no futuro.

 

Quais as idéias na parte de infraestrutura?

1- Estou em sintonia com nossos representantes, tanto na área estadual quanto a federal, para entrar em ação os projetos existentes do anel viário, cuja obra resolverá um problema crônico de nossa cidade, o trânsito.

2- Conclusão da rodovia Caminhos da Neve, importantíssimo seguimento que trará, além do escoamento da produção, futuros investimentos dessa região, bem como o crescimento turístico, setor que precisa ser fortalecido.

 

E na segurança, o que pretende fazer?

1- Buscarei junto aos órgãos competentes a transformação de pelotão em companhia militar.

2- Em conjunto com o Ministério Público e a cadeia produtiva do agro, desenvolver um sistema inteligente de monitoramento e controle dos trabalhadores oriundos de outras localidades, que migram em busca de trabalho. 

Conclusão final?

Esses são alguns tópicos que estarão no foco da minha administração, a qual será feita de forma transparente, técnica e mais próxima da população. Durante a campanha ouçam nossas propostas para suas conclusões.