São Joaquim perde um de seus políticos mais expressivos

São Joaquim – O joaquinense e ex-governador Henrique Helion Velho de Córdova faleceu hoje 15 de novembro, vítima do Covid-19, ao 82 anos. Ele estava internado em Lages. Advogado que teve importante participação política em SC e em São Joaquim se destacava como produtor de maçã. A governadora Daniela Reinehr decretou luto de sete dias pelo falecimento do ex-governador.  “Meu mais profundo sentimento e pesar pelo falecimento de Henrique Córdova. Aos familiares, apresento minha solidariedade por tão sentida perda”, afirmou a governadora.

Formado em Direito pela UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), Henrique Córdova exerceu a advocacia na região serrana e sul de Santa Catarina. Seu primeiro cargo público veio em 1966, quando assumiu a Secretaria de Planejamento da Prefeitura de São Joaquim.

Em 1970 foi eleito Deputado estadual pela Arena. Na posição, exerceu a liderança da bancada do partido na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina). Nas eleições de 1974, foi eleito Deputado Federal por Santa Catarina, também pela Arena.

Após assumir o governo do Estado, por pouco menos de um ano entre 1982 e 1983, ocupou o cargo de Diretor de Operações Diversas da Caixa Econômica Federal, em Brasília por cerca de dois anos.

A trajetória política do advogado continuou em 1986, quando foi eleito Deputado federal mais uma vez, pelo PDS (Partido Democrático Social).

Filiado ao (Partido da Frente Liberal) desde 1996, ele concorreu duas vezes ao cargo de Prefeito de São Joaquim, cidade onde nasceu. Nas duas oportunidades, nas eleições de 2002 e 2012, não foi eleito.

Desde então, Córdova se dedicava aos negócios da família em sua terra natal, mantendo a fazenda produtora de maçãs, onde morava atualmente.